HINO PASCAL (Atribuído a Santo Ambrósio)

Faz aurora rubro o céu,
Há no ar louvores em prece,
Todo mundo o mundo rejubila,
Só o inferno se enfurece.
Pois o forte Rei liberta
Da infernal e vil caverna
Os antigos Patriarcas
E lhes dá a luz eterna
Do sepulcro bem guardado
Triunfou sublime e forte,
E na mesma sepultura
Sepultou a própria morte.
Chega já de morte e lágrimas
Chega já de dor pungente:
O Senhor ressuscitou,
Clama o anjo refulgente.
Sede, ó Cristo, para as almas
Gozo e jubilo pascal,
E os que nascem para a vida
Libertai de todo o mal.
Glória ao Pai e glória ao Filho,
Que da morte é vencedor,
E ao Espírito Paráclito
Honra, glória e louvor.
(“Hino Pascal que os antigos atribuíram a Santo Ambrósio, embora a crítica moderna rejeite essa autoria, tendo porém mais de 1600 anos. Canta o mistério em que Cristo, depois da sua morte, penetrou na feia caverna infernal, com cuja vista todo o inferno estremeceu e temeu, para libertar dali as almas dos antigos Patriarcas que esperavam a Redenção.” (Padre Zé). Tradução PZA, Páscoa de 2018).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: