Papa São Caio (283-96)

images.jpg

Embora ele tenha sido descrito pelo o LP como dálmata na origem, um parente do Imperador Diocleciano (284-305), estas particularidades são suspeitas; elas derivam do documento do 6° século. Paixão de Santa Susana, cuja o tio ele deveria ser e com quem
ele se tornou ligado através do fato de que o culto dela foi localizado no titulus, ou *igreja-título, de Caio em Roma. Ele também figura na Paixão de São Sebastião, que representa ele como incentivando o soldado santo e seus companheiros para enfrentar seus martírios iminentes. Outros relatos do LP sobre ele também ser julgados como anacrônicos, especialmente sua afirmação de que ele se refugiou nas catacumbas durante Perseguição de Diocleciano e (em sua segunda edição) morreu um mártir. Enquanto as datas dele podem ser determinadas com um grau razoável de precisão, nada se sabe sobre ele ou sua actividades; tudo o que é claro é que seu reinado caiu
em um período de paz e consolidação para a igreja romana. O calendário romano de  354 não o incluiu em sua lista de mártires Ele foi enterrado no cemitério de Calisto em um setor separado da antiga cripta papal, que provavelmente estava cheia; fragmentos do seu epitáfio, em letras gregas comsua inicial distintamente dada como uma gama, foram encontrado lá no século XIX.

Festa: 22 de abril


J.N.D Kelly, The Oxford Dictionary of Popes. p. 24

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: