SOMOS EDIFICADOS EM CRISTO COMO MEMBROS OU PEDRAS VIVAS DA IGREJA DO SENHOR.

EFÉSIOS 2,20: “Fostes integrados na construção que tem como fundamento os apóstolos e os profetas [da Igreja primitiva], e o próprio Jesus Cristo como pedra mestra” [pedra de cumeeira].

No contexto de Efésios 4,11-13, Paulo expande ainda mais a lista dos ministérios/dons que aparecem na base como FUNDAMENTO da IGREJA NEOTESTAMENTÁRIA – na ordem decrescente de preeminência:

“A uns ele constituiu APÓSTOLOS; a outros, PROFETAS; a outros, EVANGELISTAS, PASTORES, DOUTORES, para o aperfeiçoamento dos cristãos, para o desempenho da tarefa que visa à construção do corpo de Cristo, até que todos tenhamos chegado à UNIDADE DA FÉ e do conhecimento do FILHO DE DEUS, até atingirmos o estado de homem feito, a estatura da maturidade de CRISTO”.

Entre os APÓSTOLOS, Pedro é destacado como O PRIMEIRO:

“Eis os nomes dos doze apóstolos: O PRIMEIRO, Simão, chamado Pedro; depois André, seu irmão. Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão” (São Mateus 10, 2 – cf. Atos 2; 15,7).

Os APÓSTOLOS e PROFETAS participam da revelação do mistério de Deus (Efésios 3,5), integrando o fundamento edilício subjacente da Igreja (“Qemelion – θεμέλιον”). Pedro fala em nome do grupo e representa toda a Igreja na sua catolicidade.

“Farei do vencedor uma (((coluna no templo de meu Deus))), de onde jamais sairá, e escreverei sobre ele o nome de meu Deus, e o nome da cidade de meu Deus, a nova Jerusalém, que desce dos céus enviada por meu Deus, assim como o meu nome novo” (Apocalipse 3, 12).

Gálatas 2,9: “Tiago, Cefas [Pedra/Rocha] e João, considerados colunas, deram-me a mão, a mim e a Barnabé, em sinal de comunhão…”

Os três eram preeminentes no contexto apostólico (Mateus 17,1).

Pedro foi separado por Cristo Jesus como o primeiro Bispo da Igreja Neotestamentária (Mateus 16,17-19; Atos 2; 10; 11; 15,7). A ordenação de Pedro foi realizada diretamente por Jesus Cristo: “apascenta meus cordeiros, apascenta minhas ovelhas” (cf. João 21,14-19). Pedro, cumprindo as palavras proféticas do Mestre de Nazaré (Mateus 16,17-19), abrirá as portas da Igreja do Novo Testamento em Jesus Cristo: o fundamento edilício primário – a pedra angular/principal ou pedra de cumeeira/cabeça da Igreja (“Epoikodomei – οἰκοδομέω”).

COLUNAS (grego “STULOS” – 1 Timóteo 3,15; Apocalipse 3,12; 10,1) = vocábulo utilizado para se referir aos doutores da Lei e às pessoas de destaque, de grandes realizações.

Os três preeminentes (Gálatas 2,9) – tendo Pedro ao centro – usando um gesto comum entre os judeus [“deram-me a mão”] – demonstram amizade e comunhão acolhendo Paulo e Barnabé.

O fato dos três serem citados com proeminência por Paulo, não excluiu os demais apóstolos da base da Igreja:

“A muralha da cidade tinha (((doze fundamentos))) com os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro” (Apocalipse 21, 14).

PEDRO (Pedra de ínico e governo – 1.º Bispo da Igreja – Mateus 16,17-19; Atos 2; 10; 11; 15,7), juntamente com os demais apóstolos, os profetas, evangelistas, pastores e doutores (Efésios 2,20; 4, 11-13) aparecem como fundamentos sempre na dependência de Cristo – O EDIFICADOR PRIMÁRIO.

Desta forma, os apóstolos foram escolhidos, preparados, comissionados e enviados por Jesus para pregar a Boa Notícia (Evangelho) do Reino de Deus.

Envolvidos, selados e guiados pelo Espírito Santo, os apóstolos integram o rol dos EDIFICADORES HUMANOS PRIMÁRIOS da IGREJA: são as primeiras testemunhas do CORDEIRO RESSUSCITADO e GLORIFICADO.

Salientando-se, mais uma vez que, em relação a CRISTO JESUS (DEUS ENCARNADO), todos os apóstolos e profetas são edificadores secundários: JESUS é o perene EDIFICADOR PRIMÁRIO da causa da Igreja do Novo do Novo Testamento. CRISTO é a eterna razão de ser e de existir da IGREJA. A Igreja é o Corpo/Organismo Místico do Senhor.

Será obrigação de cada edificador secundário em relação a Jesus, de cada pedra viva, de cada membro da Igreja militante a missão de lançar e propagar O SANTO NOME DE JESUS como A PEDRA-BASE SOTERIOLÓGICA ÚNICA DA IGREJA. Ao abrir uma comunidade e ao instrutor os membros que nela congregam, somos noticiadores da razão principal da nossa fé e da nossa justificação. Nossa voz grita com vigor para o mundo: JESUS CRISTO É O NOSSO O ÚNICO MEDIADOR DE REDENÇÃO! É por CRISTO, com CRISTO e em CRISTO que vivemos A COMUNHÃO DOS SANTOS e temos acesso direto ao PAI.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: