Papa Sérgio II (844-47 D.C.)

Pope_Sergius_II_Illustration.jpg

Data de nascimento desconhecida; consagrado em 844, aparentemente em janeiro; d. 27 de janeiro de 847. Ele era de nascimento nobre e pertencia a uma família que deu outros dois papas à Igreja. Educado na schola cantorum, ele foi patrocinado por vários papas e foi ordenado cardeal-sacerdote da Igreja dos Santos Martinho e Silvestre, por Pascoal. Sob Gregório IV, a quem ele sucedeu, ele se tornou arcipreste. Em uma reunião preliminar para designar um sucessor a Gregório, o nome de Sérgio foi aceito pela maioria; mas uma multidão se esforçou pela força para colocar um diácono, João, no trono pontifício. Ele foi, no entanto, calado em um mosteiro, e Sérgio foi devidamente consagrado. De uma edição obviamente muito parcial do “Liber Pontificalis”, parece que Sérgio, devido à devoção aos prazeres da mesa, não tinha gosto por negócios, e confiou a administração dos negócios a seu irmão Bento; e que, devido a ataques de gota, ele estava desamparado no corpo e irritável em mente. Seu irmão usurpou todo o poder e fez da obtenção de dinheiro sua única preocupação. Como tudo isso está em nítido contraste com o caráter dado a Sérgio pelas outras edições do “Liber Pontificalis”, não pode haver dúvida sobre seu exagero grosseiro. Como Sérgio foi, após uma disputada eleição, consagrado sem qualquer referência ao Imperador Lotário, este último ficou indignado e enviou seu filho Luís com um exército para examinar a validade da eleição. Mas Sérgio conseguiu pacificar Luís, a quem ele coroou rei, mas para quem ele não faria um juramento de fidelidade. Ele também fez o conselheiro do rei, Drogo, bispo de Metz, seu legado para a França e a Alemanha (844). Antes de morrer, ele testemunhou uma terrível invasão dos sarracenos no território romano (846), que quase resultou na captura da cidade. Apesar da resistência dos scholae dos estrangeiros em Roma, os piratas saquearam as basílicas de São Pedro e São Paulo, e só foram impedidos pelos seus fortes muros de saquear a própria Roma. Igrejas, aquedutos e a Basílica de Latrão foram melhoradas por Sérgio, que, em sua morte, foi enterrado em São Pedro.


Charles G. Herbermann, Enciclopédia Católica 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: