Portões do inferno não prevalecerão? São Basílio, o Grande, no Arianismo do Século IV

https://erickybarra.files.wordpress.com/2018/11/basil_the_great_annunciation_cathedral_in_moscow.jpg


“Não é apenas uma Igreja que está em perigo, nem dois ou três que caíram nesta terrível tempestade. A maldade desta heresia se espalha quase desde as fronteiras da Ilíria até a Tebaída. Suas sementes ruins foram semeadas pela primeira vez pelo infame Ário; elas então se enraizaram profundamente nos trabalhos de muitos que cultivaram vigorosamente a impiedade entre seu tempo e o nosso. Agora eles produziram seus frutos mortais. As doutrinas da verdadeira religião são derrubadas. As leis da Igreja estão em confusão. A ambição dos homens, que não têm medo de Deus, corre para lugares altos, e o cargo exaltado é agora publicamente conhecido como o prêmio da impiedade. O resultado é que quanto pior um homem blasfema, mais apto o povo pensa que ele seja um bispo. A dignidade clerical é uma coisa do passado. Há uma completa falta de homens que pastoreiam o rebanho do Senhor com conhecimento.

“Todos os incrédulos riem; homens de fé fraca são abalados; a fé é incerta; as almas se enchem de ignorância, porque os adulteradores da palavra imitam a verdade. As bocas dos verdadeiros crentes são mudas, enquanto toda língua blasfema é libertada; coisas santas são pisadas; os melhores leigos evitam as igrejas como escolas de impiedade; e levantam as mãos nos desertos com suspiros e lágrimas ao seu Senhor no céu. Mesmo vocês devem ter ouvido o que está acontecendo na maioria das nossas cidades, como nosso povo com esposas e filhos e até mesmo nossos velhos homens fluem diante das paredes, e oferecem suas orações ao ar livre, suportando todos os inconvenientes do clima com grande paciência e esperando a ajuda do Senhor. ”

“Homens ambiciosos estão constantemente jogando fora a provisão para os pobres em seu próprio prazer e distribuição de presentes. Não há conhecimento preciso de cânones. Há imunidade completa em pecar; porque quando os homens são colocados no poder pelo favor dos homens, eles são obrigados a retribuir o favor continuamente demonstrando indulgência aos ofensores. Julgamento justo é uma coisa do passado; e todo mundo anda de acordo com o desejo do seu coração. Vício não conhece limites; as pessoas não conhecem restrições. Homens com autoridade têm medo de falar, pois aqueles que alcançaram o poder pelo interesse humano são os escravos daqueles a quem devem seu avanço. E agora a própria reivindicação da ortodoxia é vista em alguns setores como uma oportunidade para um ataque mútuo; e os homens escondem sua má vontade privada e fingem que sua hostilidade é toda pelo bem da verdade. Outros, com medo de serem condenados por crimes vergonhosos, enlouquecem as pessoas em disputas fratricidas, para que seus próprios atos possam passar despercebidos na angústia geral. Portanto, a guerra não admite trégua, pois os executores de maus atos têm medo de uma paz, como sendo provável que levantem o véu de sua infâmia secreta.


“Todos os incrédulos riem; homens de fé fraca são abalados; a fé é incerta; as almas se enchem de ignorância, porque os adulteradores da palavra imitam a verdade. As bocas dos verdadeiros crentes são mudas, enquanto toda língua blasfema é libertada; coisas santas são pisadas; os melhores leigos evitam as igrejas como escolas de impiedade; e levantam as mãos nos desertos com suspiros e lágrimas ao seu Senhor no céu. Mesmo vocês devem ter ouvido o que está acontecendo na maioria das nossas cidades, como nosso povo com esposas e filhos e até mesmo nossos velhos homens fluem diante das paredes, e oferecem suas orações ao ar livre, suportando todos os inconvenientes do clima com grande paciência e esperando a ajuda do Senhor. ”


St. Basil the Great, Letter #92, “To the Italians and Gauls”

É claro que as Portas do Inferno não prevalecerão contra a Igreja. Sabemos disso como certo, uma vez que Cristo, nosso Senhor, prometeu isso, e Ele não pode mentir. No entanto, desde o início da missão de Cristo com os apóstolos no dia de Pentecostes, a Igreja tem visto altos e baixos, e talvez muito poucos altos. Portanto, não devemos ficar tão abalados nos tempos devastadores da Igreja. Que as Portas do Inferno não prevalecerão não significa que a Igreja não pode ser reduzida a alguns que sustentam a fé Apostólica em comparação com as Massas. Isso não significa que a Igreja sempre será numerosa, rica, convincente, vista como crível ou cheia de membros moralmente virtuosos. Significa que Cristo sustentará a raiz e o rebento da Aliança Eterna ao instituí-la, com todos os seus meios para ser santificado e glorificado em seus santos sacramentos, por causa dos “remanescente” ou dos “eleitos” que não foram endurecido para a verdade. A Igreja sobreviveu ao arianismo do século IV, apesar de como São Basílio o descreve. A Igreja sobreviveu a todos os outros ataques que se aproximavam. É sempre a história de Jó, mesmo se corporativamente aplicada ao Novo Israel, repetidas vezes. Manter-se forte. Não espere que todas as perguntas sejam respondidas. Concentre-se em morrer uma morte feliz, e Aquele que trabalha os seus bois com um jugo leve e um fardo suave em breve lhe dará descanso eterno.

Tradução: Gates Of Hell Will Not Prevail? St. Basil the Great on 4th Century Arianism

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: