Os Erros de John Hus como proclamado pelo CONCÍLIO DE CONSTANÇA 1414-1418 [Condenado em Concílio e pelas Bulas “Inter Cunctas” e “In eminentis” de 22 de Fevereiro, 1418.]

Os Erros de John Hus

como proclamado pelo CONCÍLIO DE CONSTANÇA 1414-1418
[Condenado em Concílio e pelas Bulas “Inter Cunctas” e “In eminentis” de 22 de Fevereiro, 1418.]

1. Uma só é a santa Igreja universal a qual é o agregrado dos predestinados.
2. Paulo nunca foi um membro do diabo, apesar de ter feito coisas similares aos atos daqueles que malignam a Igreja.
3. Os que são conhecidos de antemão não são partes da Igreja, já que nenhuma parte desta cairá dela, pois a caridade da predestinação que a liga não cairá.
4. Duas naturezas, divindade e humanidade, são um Cristo.
5. Os conhecidos de antemão, apesar de que em um certo tempo ele está na graça de acordo com a justiça presente, ainda não é nunca uma parte da santa Igreja; e os predestinados sempre permanecem como membros da Igreja, apesar de que em alguns tempos ele pode cair da graça adicional, mas não da graça da predestinação.
6. Afirmando que a Igreja como a convocação dos predestinados, tenham estado eles ou não na graça de acordo com a justiça presente, a Igreja é um artigo de fé.
7. Pedro não é nem foi o chefe da Santa Igreja Católica.
8. Sacerdotes vivem criminalmente de qualquer maneira, contaminam o poder do sacerdócio, e como filhos infiéis eles pensam de modo infiel a respeito dos sete sacramentos da Igreja, as chaves, os deveres, as censuras, costumes, ceremônias, e os assuntos sagrados da Igreja, sua veneração das relíquias, indulgências, e ordens.
9. A dignidade papal surgiu de César, e a perfeição e instituição do papa emana do poder de César.
10. Ninguém sem revelação teria afirmado razoavelmente a respeito de si mesmo ou de qualquer outro como chefe de uma igreja particular, nem o Pontífice Romano é o chefe de uma Igreja Romana particular.
11. Não é necessário crer que quem quer que seja o Pontífice Romano é o chefe de uma santa igreja particular, a menos que Deus tenha predestinado-o.
12. Ninguém toma o lugar de Cristo ou de Pedro a menos que suceda-o em caráter, já que nenhuma outra sucessão é mais importante, e não de outra maneira ele recebe de Deus o poder procuratório, porque para aquele ofício de vigário são requeridos tanto a conformidade de caráter quanto a autoridade dAquele que o institui.
13. O papa não é o verdadeiro e manifesto sucessor de Pedro, o primeiro dos apóstolos, se ele vive em uma maneira contrária à de Pedro; e se ele é avarento, então ele é o vigário de Judas Iscariotes. E evidentemente os cardeais não são os verdadeiros e manifestos sucessores do colégio apostólico de Cristo, a menos que vivam à maneira apostólica, guardando os mandamentos e conselhos de nosso Senhor Jesus Cristo.
14. Doutores que afirmar que qualquer que seja retificado pela censura eclesiástica, se ele não se dispõe a ser corrigido, deve ser entregue para ser julgado pelos meios seculares, certamente estão seguindo os sacerdotes, escribas, e fariseus, que ao dizer que “não nos é permitido matar ninguém” (João 18:31), entregaram o próprio Cristo, que não queria ser obediente a eles em todas as coisas, e tais homicidas são piores que Pilatos.
15. Obediência eclesiástica é obediência de acordo com a invenção do sacerdote da Igreja, sem a autoridade expressa da Escritura.
16. A divisão imediata das obras humanas é : que elas são ou virtuosas ou viciosas, pois, se um homem é vicioso e faz qualquer coisa, então ele age viciosamente; e se ele é virtuoso e faz qualquer coisa, então ele age virtuosamente; pois como vício, que é chamado crime ou pecado mortal, torna todos os atos do homem em viciosos, então a virtude vivifica todos os atos do homem virtuoso.
17. Sacerdotes de Cristo, vivendo de acordo com Sua lei e possuindo um conhecimento da Escritura e um desejo de instruir as pessoas, devem pregar sem o impedimento de uma falsa excomunhão. Mas se o papa ou outra ordem de prelados não está disposto a pregar assim, este [sacerdote] não obrigado a obedecê-lo.
18. Qualquer um que recebe o sacerdócio recebe a tarefa de ser pregador por comando, e este comando ele deve executar, sem o impedimento de uma falsa excomunhão.
19. Através das censuras eclesiásticas de excomunhão, suspensão, e interdição, o clero supre para si a população leiga para sua própria exaltação, multiplica a avareza, protege a maldade, e prepara o caminho para o Anticristo. Além disso, o sinal é evidente de que tais censuras procedem do Anticristo, que em seus processos eles chamam fulminações, pelas quais o clero atuam principalmente contra aqueles que desmascaram a maldade do Anticristo, que fará uso do clero especialmente para si.
20. Se o Papa é mau e especialmente se é conhecido de antemão, então como Judas, o Apóstolo, ele é do diabo, um ladrão, e um filho da perdição, e ele não é o chefe da santa Igreja militante, já que ele não é um membro desta.
21. A graça da predestinação é uma corrente pela qual o corpo de Cristo e qualquer membro deste participam insolitamente ao Cristo a Cabeça.
22. O papa ou prelado, mau e conhecido de antemão, é equivocadamente um pastor e verdadeiramente um ladrão e bandido.
23. O papa não deveria ser chamado “santidade” mesmo de acordo com o seu ofício, pois de outro modo o rei deveria também ser chamado “santidade” de acordo com o seu ofício, e torturadores e arautos deveriam ser chamados santos, assim até mesmo o diabo deveria ser chamado santo, já que ele é um oficial de Deus.
24. Se o papa vive em uma maneira contrária a Cristo, mesmo se ele deveria ascender através de eleições legais e legítimas de acordo com a comum constituição humana, ainda assim ele ascenderia de outro lugar que não é por Cristo, mesmo se fosse garantido que ele o faria por eleição principalmente por Deus; pois Judas Iscariotes justa e legitimamente foi eleito por Deus, Jesus Cristo, para o episcopado, e ainda assim ele ascendeu de outro lugar para o curral das ovelhas.
25. A condenação dos vinte e cinco artigos de John Wycliffe feito pelos doutores é irracional, mau e mal feito; o motivo alegado por eles foi fingido, nominalmente, pela razão de que “nenhum deles é Católico mas qualquer deles é ou herético, ou errôneo, ou escandaloso.”
26. Não por esta razão, que os eleitores, ou uma grande parte deles, acordados por aclamação de acordo com a observância do homem sobre alguma pessoa, que essa pessoa é legitimamente eleita; não por esta razão ele é o verdadeiro e manifesto sucessor ou vigário do Apóstolo Pedro, ou [está] no ofício eclesiástico de outro apóstolo. Portanto, que os eleitores tenham escolhido bem ou mal, nós devemos acreditar nas obras do eleito; pois, pela estrita razão de que qualquer um que opera para o avanço da Igreja em uma maneira mais completamente meritória, tem de Deus mais plenamente a faculdade para isto.
27. Não há uma faísca de evidência de que deveria haver um chefe governando a Igreja em assuntos espirituais, onde tal chefe sempre vive e é preservado com a própria Igreja militante.
28. Cristo através de Seus discípulos espalhados pelo mundo governaria Sua Igreja melhor sem tais chefes monstruosos.
29. Os apóstolos e sacerdotes fiéis do Senhor tenazmente governaram a Igreja em necessidades até a salvação, antes do ofício do papa ser introduzido; portanto eles iriam estar fazendo assim até o dia do julgamento, se o papa estivesse completamente ausente.
30. Ninguém é um mestre civil, ninguém é um prelado, ninguém é um bispo enquanto ele está em pecado mortal.
Fonte : The Sources of Catholic Dogma, traduzido por Roy J.Deferrari, da trigésima edição de Enchridion Symbolorum de Henry Denziger, direitos autorais de 1957 por B. Herder Book Co., publicado porMarian House, Powers Lake N.D. 58773, Número do Cartão de Catálogo da Livraria do Congresso 57-5963, páginas 212-215.

Tradução: Simão Bezerra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: