Idolatria Bíblica: Concepções Autênticas e Falsas

A idolatria é um ato consciente por natureza ou definição. Os católicos são acusados de substituir o pão e o vinho como ídolos do Deus vivo. Eu acho que praticamente nenhum católico que sabe alguma coisa sobre sua fé seria estúpido o suficiente conscientemente para adorar o que ele acredita que ainda é apenas um pedaço de pão.

Pode ser considerado um culto equivocado, mas ainda é bastante piedoso e não-idólatra, assim como nós católicos diríamos que o culto luterano ou anglicano é piedoso e bem-intencionado, mas na verdade não tem a Presença Real (devido à ordenação e sucessão apostólica problemas). Não é idolatria – apenas um erro quanto à metafísica.

Onde está o pecado em adorar a Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador e Redentor – Deus Filho? Achamos que Ele está verdadeiramente presente nos elementos consagrados. Assim como Lutero. Se somos idólatras, ele também é. Lutero era conhecido por se curvar em adoração. Os luteranos também acreditam que Jesus Cristo está verdadeiramente, substancialmente presente após a Consagração, então por que eles não são habitualmente acusados de idolatria?

É da essência da idolatria ser do coração, da alma e da vontade. Se alguém está substituindo Deus por alguma outra coisa, essa é uma decisão interior. Tem que ser; caso contrário, a coisa toda seria reduzida a ações robóticas de um agente sem livre-arbítrio. Esse tipo de coisa é pressuposto também no Sermão da Montanha, onde Jesus mostra como todos os pecados começam em nossos corações: o ódio é a semente do assassinato, a luxúria o cerne do adultério, etc. Todo pecado é assim (pelo menos o pecado pelo qual somos responsáveis).

A idolatria é a adoração de um falso deus. Isso não acontece na missa, porque é entendido por todos que Jesus, não pão e vinho, está sendo adorado eucaristicamente. A própria palavra transubstanciação prova isso. Quanto a ser uma questão de coração e alma: a Bíblia estabelece isso, penso:

Isaías 66: 3 como aquele que abençoa um ídolo. Estes escolheram seus próprios caminhos, e sua alma se deleita em suas abominações.

Ezequiel 14: 4-5 Portanto, fala-lhes, e dize-lhes: Assim diz o Senhor Deus: Qualquer homem da casa de Israel que tomar os seus ídolos no seu coração e lhe impuser a pedra de tropeço diante do seu rosto; vem ao profeta, eu o Senhor lhe responderei por causa da multidão de seus ídolos, a fim de me apegar aos corações da casa de Israel, todos afastados de mim por meio de seus ídolos.

Ezequiel 20:16 porque rejeitaram as minhas ordenanças e não andaram nos meus estatutos, e profanaram os meus sábados; porque o seu coração foi atrás dos seus ídolos. (Ezequiel 36:25; Sir 46:11)

Outro motivo bíblico é o desprezo de Deus sobre os homens que “servem” os ídolos (que é do coração e da vontade: 2 Reis 17:12; 2 Reis 21:21; 2 Crônicas 24:18; Sl 106: 36; Ez 20:39; 1 Tessalonicenses 1: 9). São Paulo localiza a idolatria firmemente na disposição interior:

Romanos 1:21, 24-25 Pois, embora conhecessem a Deus, não o honraram como Deus nem lhe deram graças, mas tornaram-se fúteis em seu pensamento e suas mentes sem sentido foram obscurecidas. . . . Portanto, Deus os entregou na concupiscência de seus corações à impureza, à desonra de seus corpos entre si, porque eles trocaram a verdade sobre Deus por uma mentira e adoraram e serviram a criatura, em vez de o Criador, que é abençoado para sempre! Amém.


Tradução
ARMSTRONG, David. Biblical Idolatry: Authentic & Counterfeit Conceptions

Disponível em: https://www.patheos.com/blogs/davearmstrong/2019/05/biblical-idolatry-authentic-counterfeit-conceptions.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: