Papa Leão XI (1 de Abril de 1605 -27 de Abril de 1605 dC)

Resultado de imagem para Leo XI

(ALESSANDRO OTTAVIANO DE ‘MEDICI).

Nascido em Florença em 1535; Morreu em Roma em 27 de abril de 1605, no vigésimo sétimo dia após sua eleição para o papado. Sua mãe, Francesca Salviati, era filha de Giacomo Salviati e Lucrezia Medici, sendo esta última irmã de Leão X. De sua infância ele levou uma vida de piedade e sempre teve um desejo sincero de entrar no estado eclesiástico, mas não conseguiu o consentimento de sua mãe. Após a sua morte, foi ordenado sacerdote e, um pouco mais tarde, o Grão-Duque Cósimo da Toscânia enviou-o como embaixador a Pio V, cargo que ocupou durante quinze anos. Gregório XIII o fez bispo de Pistoia em 1573, arcebispo de Florença em 1574 e cardeal em 1583. Clemente VIII enviou-o, em 1596, como legado para a França, onde prestou um bom serviço à Igreja ao reprimir a influência huguenote na corte de Henrique IV e ajudando a restaurar a religião católica. Em seu retorno à Itália, foi nomeado prefeito da Congregação dos Bispos e Regulares. Em 1600 tornou-se bispo da diocese suburbicária de Albano, de onde foi transferido para Palestrina em 1602. Alessandro era um amigo íntimo de São Filipe Néri, com quem passou muito tempo em conversas espirituais e cujos conselhos procurava em todos os assuntos importantes. Quando Alessandro foi embaixador da Toscana na corte de Pio V, Filipe previu sua eleição para o papado.

Em 14 de março de 1605, onze dias após a morte de Clemente VIII, sessenta e dois cardeais entraram no conclave. Entre os candidatos ao papado, destacam-se o grande historiador Barônio e o famoso controversista jesuíta Belarmino. Mas Aldobrandini, o líder do partido italiano entre os cardeais, fez uma causa comum com o partido francês e provocou a eleição de Alessandro contra o desejo expresso do rei Filipe III da Espanha. O rei Henrique IV da França, que aprendera a estimar Alessandro quando o legado papal em sua corte, e cuja esposa, Maria de ‘Medici era parente de Alessandro, teria gastado 300.000 ecus na promoção da candidatura de Alessandro. Em 1 de abril de 1605, Alessandro subiu ao trono papal como Leão XI, tendo então setenta anos de idade. Ele ficou doente imediatamente após sua coroação. Durante sua enfermidade, ele foi importunado por muitos membros da Cúria e por alguns embaixadores de cortes estrangeiras para conferir o cardinalato a um de seus sobrinhos-netos, a quem ele mesmo educou e a quem ele amava, mas ele tinha tanta aversão ao nepotismo que ele recusou firmemente o pedido. Quando seu confessor pediu que ele concedesse, ele o dispensou e mandou chamar outro confessor para prepará-lo para a morte.


Tradução

Catholic Encyclopedia. Pope Leo XI.

Disponível em: http://www.newadvent.org/cathen/09162a.htm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: