INTERVÉM OS MORTOS EM NOSSA VIDA?

INTERVÊM OS MORTOS EM NOSSA VIDA?Incapacidade de comunicação em que estão os mortos "Por que não havemos de atribuir aos anjos essas operações por disposição da Providência divina que se serve de modo sábio dos bons como dos maus, conforme a inescrutável profundidade de seus julgamentos? Essas visões podem servir para instruir os vivos ou... Continuar Lendo →

COMO SURGIU A TRADIÇÃO DA ÁRVORE DE NATAL

COMO SURGIU A TRADIÇÃO DA ÁRVORE DE NATAL Os Pinheiros luminosos decorados com bolas coloridas são os primeiros sinais de que o ano está acabando. Este é o Tema da maioria dos comerciais, das músicas de fina de amo, a árvore de Natal é apresentada, muitas vezes, como símbolo máximo das festividades, vamos entender o... Continuar Lendo →

SANTA INÊS

Santa Inês Inês [Agnes] vende agnus, "Cordeiro", porque ela foi doce e humilde como um Cordeiro. Ou vem do grego agnos, "piedoso", pois foi cheia de Piedade e de misericórdia. Ou vem de agnoscendo, “conhecendo”, porque conheceu o caminho da verdade. Segundo Santo Agostinho, a verdade opõe-se à vaidade, à falsidade, e à irresolução, três... Continuar Lendo →

São Paulo, Eremita

São Paulo, Eremita Paulo, o primeiro eremita irmã conforme o testemunho de Jerônimo que escreveu sua vida, durante a violenta perseguição de Décio retirou-se para um vasto deserto (para o cristianismo medieval, desertum não era necessariamente um espaço inóspito, e sim de solidão, de retiro espiritual, de encontro com Deus, de embate com as forças... Continuar Lendo →

SANTA MARIA DO EGITO

SANTA MARIA DO EGITO Santa Maria do Egito, chamada A pecadora, passou 47 anos no deserto em austera penitência, começada por volta do ano do senhor de 270, no tempo do imperador Cláudio. Certa vez, um Abade chamado Zózimo atravessou o Rio Jordão e percorria um grande deserto procurando um santo eremita, quando viu caminhando... Continuar Lendo →

O Martírio dos Santos Mártires Justino, Caritão, Carites, Peônio e Liberiano, que sofreram em Roma

  CAPÍTULO. I. - EXAME DE JUSTINO PELO PREFEITO. No tempo dos partidários da idolatria sem lei, foram decretados decretos iníquos contra os piedosos cristãos na cidade e no campo, para forçá-los a oferecer libações a ídolos vãos; e consequentemente os homens santos, tendo sido apreendidos, foram levados perante o prefeito de Roma, Rústico por... Continuar Lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑