AS REALIDADES ESCATOLÓGICAS (PARTE I)De I Constantinopla a II LyonII. A RETRIBUIÇÃO

AS REALIDADES ESCATOLÓGICAS (PARTE I)De I Constantinopla a II LyonII. A RETRIBUIÇÃORessurreição não significa retribuição. Os documentos do Magistério, segundo o ensinamento da Bíblia (cf. Jo 5, 28-29), falam de ressurreição universal; todos os homens, todos os mortos, todos incluindo, portanto, os bem aventurados e os condenados. Quanto ao momento da ressurreição, refere-se o Magistério... Continuar Lendo →

A SEPTUAGINTA OU VERSÃO DOS SETENTA (LXX)

A SEPTUAGINTA OU VERSÃO DOS SETENTA (LXX) Durante o reinado de Nabucodonosor (Foi Rei da Babilônia no séc. VI a.C.), as Escrituras Sagradas hebraicas foram perdidas, por ocasião do cativeiro imposto ao povo judeu, que em aproximadamente 587 a.C. foi deportado de Jerusalém para a Babilônia. As Escrituras foram novamente constituídas no tempo do Profeta... Continuar Lendo →

MARIA, MÃE DE DEUS Parte II

MARIA, MÃE DE DEUS Parte II Voltemos a comentar sobre um assunto que está sendo colocado em dúvida pelos novos hereges da atualidade, novos apenas por viverem na atualidade, pois, as heresias são as mesmas, ao falar do Logos” que se transformou em carne através de uma virgem, Maria, a Theotokos” (orações contra os Arianos,... Continuar Lendo →

A Escrita e a imagem

A Escrita e a imagem Por escrita e imagem podemos designar dois tipos de objetos e de práticas culturais que desempenharam um papel central no cristianismo medieval. Não foram os únicos: nesta religião do verbo encarnado, não esqueçamos a importância da palavra viva e da voz na pregação e nos cantos da liturgia e até... Continuar Lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑